Rua Padre Marchetti, 596 - Ipiranga, São Paulo - SP

(11) 2063-3955

provinciadobrasil@oblatos.com.br

Festa de Santo Eugênio de Mazenod

É uma festa que acontece no dia 21 de maio, justamente num mês dedicado a Maria, Mãe de Jesus e padroeira da congregação, mês muito especial na devoção popular do nosso povo, um mês consagrado à veneração a Maria, nossa mãe, que aos pés da cruz o próprio Jesus, nos seus últimos momentos, deu-a a nós como mãe: “(…) eis aí teu Filho… eis aí a tua mãe” (Jo 19,26-27).

Para nós, oblatos e leigos associados, é motivo de alegria celebrar nesse mesmo mês Santo Eugênio, nosso pai e fundador. Ele, que foi agraciado por Deus com um carisma, que é uma riqueza para toda a Igreja. Por isso, onde há missão oblata, ele é apresentado como modelo no seguimento de Jesus, no espírito missionário.

As pessoas que vão conhecendo o trabalho missionário dos oblatos, o carisma de Santo Eugênio, aos poucos se encantam e se identificam com o seu exemplo de vida, de amor aos pobres e à Igreja, preciosa herança adquirida pelo Cristo ao custo de seu próprio sangue.

A data de 21 de maio de 1861 é particularmente muito especial para os oblatos de Maria Imaculada, pois se comemora o retorno a Deus de Santo Eugênio, que a Igreja  reconheceu como santo por meio da canonização, em 3 de dezembro de 1995, em celebração presidida pelo Papa São João Paulo II, que o apresentou como um homem do Advento que abre os caminhos do Senhor, cuja nova vinda espera confiadamente a humanidade. Também, nessa data de 21 de maio inicia-se mundialmente a semana de orações pelas vocações oblatas.

Santo Eugênio, no momento de sua morte, dirige-se aos oblatos com as seguintes palavras: “Meu único sofrimento é deixar homens como vocês a quem quero com um coração que não podem entender. É necessário que todos vocês saibam que Deus me deu um coração de capacidade imensa e que, com esse coração, permitiu-me amar imensamente a todos os filhos. Quando eu morrer, vocês terão alguém para me substituir na minha autoridade e estimá-los de acordo com seus méritos, mas vocês nunca terão alguém que os ame como eu os amo”.

Portanto, mesmo que o mês de maio esteja envolvido numa profunda devoção mariana, ele também passa a ser o mês de Santo Eugênio e do Beato José Gerard. Eugênio de Mazenod foi um autêntico filho devoto de Maria e recomenda aos oblatos o último desejo de seu coração: “Pratiquem a caridade entre vocês… caridade… caridade… caridade. E lá fora o zelo pela salvação das almas”. No meio da agonia, Eugênio diz: “E como gostaria de me ver morrer, para aceitar bem a vontade de Deus”. Finalmente, ele, nosso fundador, completou sua caminhada terrena, partindo para casa do Pai com os oblatos cantando a Salve Regina.

A todos, desejo uma boa festa de Santo Eugênio, de modo especial aos jovens da JOMI, aos leigos associados, aos padres e aos irmãos oblatos e a todos que se sentem de alguma maneira parte dessa família religiosa.

Participe da Novena e da Solenidade de Santo Eugênio de Mazenod:

Novena: 12 à 20 de maio 

Solenidade: 21 de maio

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.