Rua Padre Marchetti, 596 - Ipiranga, São Paulo - SP

(11) 2063-3955

provinciadobrasil@oblatos.com.br

Notícias dos Oblatos › 16/08/2017

Santo Padre encoraja jovens a seguir o exemplo de Maria como Discípulos Missionários, respondendo às suas vocações.

No encerramento do 7º Dia da Juventude Asiática em Yogyakarta, Indonésia, o Papa Francisco enviou uma mensagem encorajando os jovens a assumirem sua missão como discípulos missionários e se voltarem para Maria tendo-a como modelo. Em uma mensagem datada de 6 de agosto, assinada pelo cardeal secretário de Estado Pietro Parolin, em nome do Santo Padre Francisco, transmitiu seus “cumprimentos, votos e orações” para todos que estavam reunidos em Yogyakarta, na Indonésia, de 2 a 6 de agosto de 2017.

 O cardeal Parolin escreveu: “O Papa reza para que os jovens de toda a Ásia escutem mais o chamado de Deus e respondam às suas vocações com fé e coragem”. Esperando a 34ª JMJ no Panamá em 2019, o Santo Padre convida os jovens a olharem para Maria, a Mãe de Deus, como “o exemplo do discípulo missionário, com Maria como a mãe, a qual sempre se confia em sua amorosa intercessão”.

 “Então, quando os jovens procuram seguir Jesus Cristo, a exemplo das jovens de Nazaré, eles realmente fazem do mundo um lugar melhor e deixam a marca na história”.[a1]  O Santo Padre também abençoou os jovens e recomendou que eles e suas famílias intercedam a Maria. Mais de dois mil jovens católicos em toda a Ásia estiveram reunidos, um ano após a Jornada Mundial da Juventude em Cracóvia, Polônia, no verão passado – com a presença do Papa Francisco. O Santo Padre também esteve presente no último Dia da Juventude Asiática, durante sua viagem à Coreia, de 13 a 18 de agosto de 2014, onde o tema foi “Jovens asiáticos, acordem! A glória dos mártires brilha em vocês”.

 O Dia da Juventude Asiática deste ano na Indonésia, incluiu palestras e seminários para construir o respeito mútuo em uma Ásia diversificada e multicultural, com temas como cuidar do meio ambiente e aprender a se tornar Missionários do lar no mundo digital.

 Também no contexto do multiculturalismo e com os esforços para combater o aumento do extremismo na região, houve encontros entre líderes religiosos do cristianismo, islamismo e outras religiões. Entre os líderes católicos asiáticos que frequentaram, estavam o cardeal Oswald Gracias, Arcebispo de Bombaim e membro do Conselho Consultivo do Santo Padre; Cardeal Luis Antonio Tagle, Arcebispo de Manila e Presidente da Caritas Internacional. Do lado indonésio, houve a presença do vice-presidente da Indonésia, Muhammad Jusuf Kalla, durante a cerimônia de encerramento em 6 de agosto.

 A cerimônia contou com a presença de Ignatius Suharyo Hardjoatmodjo Arcebispo de Jacarta e presidente da Conferência Episcopal da Indonésia. Ele disse: “Reconhecemos que as diferenças entre nós são, as diferentes nacionalidades, diferentes línguas, diferentes culturas, etc. No entanto, quando nos encontramos, reconhecemos e experimentamos que estas diferenças não nos separam, mas mostram a riqueza de um ser humano unido entre si. Isso prova que o poder da fé, da esperança e do amor nos conecta”.

 Na conclusão, o Arcebispo Suharyo expressou sua esperança de que a Jornada da Juventude asiática ajude os jovens a se concentrarem e viverem fielmente no Evangelho, para serem preenchidos com a alegria desse Evangelho. Assim, nossas vidas podem refletir a glória de Deus. O 8º Dia da Juventude Asiática será realizado na Índia.

 

Theo CNA

Fonte: http://donghiensi.net

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.