Rua Padre Marchetti, 596 - Ipiranga, São Paulo - SP

(11) 2063-3955

provinciadobrasil@oblatos.com.br

Artigos › 27/04/2018

A Devoção do Povo de Deus á Maria, Mãe de Jesus

“Maria é Mãe da Igreja, isto é, Mãe de todo o povo Cristão, tanto dos fiéis como dos pastores” – Papa Paulo VI

Caros irmãos, estamos no mês dedicado aquela que disse sim ao chamado de Deus, Maria, a filha predileta do Pai. Celebrar esse período é render graças ao Senhor por meio da devoção livre e sincera a Mãe de Jesus e o nosso povo tem uma filialidade amável quando o assunto é venerar Nossa Senhora, como carinhosamente nós católicos á chamamos. Em maio as comunidades se reúnem para com alegria e fervor rezarem o santo terço nas casas, ajuntam-se nas capelas para rezar a novena dedicada  a Senhora de diversos títulos, que se faz presente no devocional popular. Desde os primeiros séculos do Cristianismo Maria é reconhecida e chamada pelos cristãos de Mãe de Deus – “ Theotókos” , é uma devoção secular que não tem fim pois vive da transmissão desse amor divino que a Mãe nos oferece.

Saímos em procissão para tão somente demonstrar a nossa fé em Deus por meio do grande exemplo de Maria de Nazaré, a Virgem do silencio , mas que disse-nos tudo. Ela nos encaminha ao Seu Filho e nunca nos afasta do caminho Dele. É Mãe e medianeira nossa em todos os momentos. São muitos os títulos a ela atribuídos pelo povo simples que expressam a sua fé sempre á fazer o que Ele pediu ( cf Joao 2, 1-12). Maria nos ensina a ser Igreja em saída, foi ela que saiu para visitar sua prima Isabel e prestar-lhe solidariedade, deu-nos esse exemplo de missionária do Pai. ( Cf  Lc 1,39-47). Católico de verdade tem consciência do papel significativo de Maria na história da humanidade, por meio dela nos veio Jesus e por ela achegamos a Ele. Trago aqui as Palavras do Santo Padre, o Papa Paulo VI, ainda no Concílio Vaticano, que nos vem advertir: “E os fiéis lembrem-se de que a verdadeira devoção não consiste numa emoção estéril e passageira, mas nasce da fé, que nos faz reconhecer a grandeza da Mãe de Deus e nos incita a amar filialmente a nossa mãe e a imitar as suas virtudes”.

Por tudo isso e muito mais é que temos um amor filial á Maria, que nunca quis lugar de destaque, que acompanhou o Cristo em sua infância e quando adulto. Que soube a hora de falar o que foi preciso ao dizer SIM ao chamado de Deus em sua vida. Dedicamos este mês a ti ó Mãe querida , fortalecemos a nossa fé e devoção com clareza e entendimento de que quando fostes chamada de Mulher por Jesus nas bodas de Caná foi tão somente nos dizer que és a Filha predileta do Pai que soube no seu canto expressar a vontade Dele. Eis a nossa fé, simples e verdadeira, que nos faz em meio as dificuldades da vida encaminharmos ao Senhor com o carinho materno e afável daquela que temos a alegria de coroar como nossa Mãe. Santa Maria…nós temos mãe! Amém.

 

Texto de autoria do Pré-Noviço oblato Eridson Raphael

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.