Rua Padre Marchetti, 596 - Ipiranga, São Paulo - SP

(11) 2063-3955

provinciadobrasil@oblatos.com.br

Notícias dos Oblatos › 01/08/2019

Eugênio de Mazenod, fatos da vida contados em cordel

1.

A CRB que se encontra nessa região.
Aos companheiros de jornada
Da ventura de ser cristão.
Aos religiosos (as) e aos futuros de plantão,
Que semeiam a semente, a Palavra nesse chão.

Escutem com atenção, o que irei contar,
Esta narração, eu e os meus irmãos vamos cantar.
É a história de um homem, santo e pecador,
Que consagrou a sua vida, a Cristo seu Senhor,
Entregando-se a Igreja e aos pobres com ardor.

Eugênio nascera no crepitar da revolução francesa,
Em 1º de agosto de 1782, a cidade de Aix, Provença, o acolhera
Seus pais, Maria Rosa Joannis e Carlos Antonio de Mazenod,
Casaram-se por interesse e não por amor.

Veio a revolução
E a nobreza pôs a se exilar
Foram para Nice se refugiar
Porém não durou
E para Turim se mudou

2.

Em Turim não ficou
E para Veneza migrou
Onde o problema realmente começou
Seus pais se divorciou
Para Aix, sua mãe voltou
E todos os bens ela recuperou

Porém o exílio de Eugênio
Não terminou
Passara por Nápoles
E por Palermo
Um tempo ficou

Todo menino cresce,
Até a fé possivelmente um dia esquece
Eugênio em Palermo conde se proclamou
Vivera como nobre, como sempre sonhou

Com tempo retornara a Aix
Onde com sua mãe e irmã se encontrou
Não demorou muito
Casamento e dote arranjou
Mas, a morte veio
Sua pretendente a levou
Assim, se foi a sua sorte
De um casamento de prestígio e valor
Sua esperança fora sepultada
Com aquela que talvez seria o seu amor

3.

Em sua alma sentia um vazio
Como se estivesse em um eterno frio
Qual a razão do meu viver?
Será sofrer?
Até que algo mudou
Eugênio, um novo sentido
E consolo encontrou

Em uma sexta-feira Santa
Sua alma entrou em pranto
Por Jesus ansiava tanto
Que lacrimou sem parar
Diante Dele a chorar
Converteu-se, e padre quis se tornar

Pregava em provençal
Considerada banal
Contrariando os nobres
Valorizando os pobres
A língua dos pobres falou
Como sacerdote se ofertou

Ao ver a necessidade do pobre
Eugênio proclamou
Dedicar-me-ei a eles
Levar o grande Amor
O amor de Jesus Cristo
Que Ele nos deixou
Ir aonde ninguém quer ir
Foi o que pediu o Senhor

4.

Conhece então Tempier
Doravante companheiro
Amigo fiel e escudeiro
No instituto que nascia
Consagrados a Maria
Fazendo da vida, Missão
E encontrando desde então
O crucificado nos pobres
Vivendo como se pode
O dom da consagração

O instituto é aprovado em 1826
Constituições e regras
Permitidas de uma vez
Viver em comunidade
E “entre vos a caridade”
Diz o fundador francês

São Oblatos de Maria
Que a todo o mundo vão
Transformando o dia a dia
E gritando com a vida:
Aos pobres libertação

Santo Eugênio missionário
Que através da pregação
Converteste a Jesus Cristo
Os poderosos e os pagãos
E infundiu também em nós
A sublime vocação
De levar a Boa Nova
Do Evangelho ao meu irmão Resultado de imagem para cruz ícone

Autoria – Casa da Missão e Aspirantado :
Cleber Aparecido, Jeferson Santos, Higor Mendes, Cleiton Bento, Marcelo Silva, João José Filho, Paulo Vitor e Renato Ribeiro.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.