Rua Padre Marchetti, 596 - Ipiranga, São Paulo - SP

(11) 2063-3955

provinciadobrasil@oblatos.com.br

JUPIC › 05/06/2019

Folhetim – 05 de junho 2019

OBLATOS DE MARIA IMACULADA
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, PAZ E INTEGRIDADE DA CRIAÇÃO.

INDÍGENAS COMPRAM AÇÕES DA FERROVIA “RUMO”

Numa estratégia inédita no país, indígenas guaranis de São Paulo adquiriram ações da ferrovia “Rumo” para poder apresentar denúncia aos outros acionistas da companhia sobre falta de cumprimento de medidas ambientais e de proteção aos seus direitos.

A Rumo detém a concessão sobre a Malha Ferroviária Paulista, e duplicou o trecho Itirapina-Cubatão, usado para transporte de cargas do litoral para o interior e vice-versa.  Para  compensar impactos causados pela obra, o Ministério Público afirma que a empresa tem que cumprir uma série de condicionantes ambientais e indígenas.

Entre as medidas prioritárias, estão a construção de casas, locais de reza, ponte, criação de hortas comunitárias e aquisição de micro tratores. A obra da ferrovia impacta cerca de 5.000 guaranis que vivem em cinco terras indígenas nos municípios de São Paulo, Mongaguá, Itanhaém e Praia Grande, numa das poucas regiões preservadas da mata atlântica no estado de São Paulo.

“Dormimos e acordamos todos os dias com o barulho dos trens que passam carregados no meio das nossas aldeias. As caminhadas pelo território e os momentos de andar com as crianças e transmitir ensinamentos dos nossos vê-lhos se tornaram uma preocupação de garantir que ninguém seja atropelado por um trem. Até mesmo a caça que passava por esses lugares fugiu, e já não encontramos muitos dos pássaros e outros bichos que só sabemos que existem porque nossos velhos contam”.

MENORES NOS ESTADOS UNIDOS

Dados oficiais mostram que cerca de 169 mil jovens foram apreendidos nos últimos 8 meses após atravessarem a fronteira do México com os Estados Unidos, uma média de 800 por dia; mais da metade tem 12 anos ou menos.

Os menores representam 37% das travessias, uma proporção também crescente. A presença das crianças atrapalhou o esquema montado nos últimos anos pelo Congresso e pela Casa Branca para capturar e deportar imigrantes rapidamente. Cenas na fronteira envolvendo crianças são surreais. As crianças estão se tornando parte da eleição presidencial que está por vir.

ESTADO LAICO|ESTADO CRISTÃO

Afirmações do Presidente Jair Bolsonaro sobre isso volta ao debate. Constituição de 1824: “A religião católica apostólica romana continuará a ser a religião do Império. Todas as outra religiões serão permitidas com seu culto doméstico ou particular, em casas para isso destinadas, sem forma alguma exterior de templo”. Constituição de 1891: “Todos  os indivíduos e confissões religiosas podem exercer pública e livremente o seu culto, associando-se  para esse fim e adquirindo bens, observadas as disposições do direito comum… A República só reconhece o casamento civil, cuja celebração será gratuita… Os cemitérios terão caráter secular e serão administrados pela autoridade municipal, ficando livre a todos os cultos religiosos a prática dos respectivos ritos em relação aos seus crentes, desde que não ofendam a moral pública e as leis… Nenhum culto ou igreja gozará de subvenção oficial, nem terá relações de dependência ou aliança com o Governo da União, ou dos Estados”. Tais conceitos resultaram de Rui Barbosa.

Envie suas observações a este folhetim – junho – 2019

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.