Rua Padre Marchetti, 596 - Ipiranga, São Paulo - SP

(11) 2063-3955

provinciadobrasil@oblatos.com.br

Formação

O caminho Vocacional é destinado a todo ser humano chamado por Deus a ser um sinal de esperança missionária no meio da humanidade. Daí se dá o processo de discernimento, ou seja, um tempo de experiência buscando descobrir a vontade de Deus que é a verdadeira felicidade. É um tempo de descobrir a identidade daqueles que são chamados à consagração total de vida e o esclarecimento fecundo da Vida Comunitária. Tempo de enamorar por Deus para descobrir a identidade mais profunda que no caso é o Carisma dos Missionários Oblatos de Maria Imaculada. No caminho Vocacional são várias etapas que tem como ponto de partida as seguintes etapas:

Pe. Kleber Farias, OMI

Serviço de Animação Vocacional que tem como objetivo realizar encontros com a finalidade de despertar no jovem a vocação no sentido mais amplo; é apresentado nos encontros as várias vocações, e de forma mais eficaz a Vocação Missionária OMI.

O despertar está interligado com Discernir o chamado, daí brotam as inquietudes no coração do jovem, e quais são as motivações que o mesmo sente para viver um ano na casa de Missão dos OMI.

Depois do acompanhamento, o jovem decide entrar e viver numa estrutura formativa específica, ou seja, numa casa Religiosa.

Animadores Vocacionais da Província Oblata do Brasil:

Distrito Sudeste: Pe. Antônio Pereira, OMI; Ir. Rivaldo, OMI; Ir. Geovane, OMI; e Pré-Noviço Cleiton Bento.
Distrito Centro-Oeste: Pe. Kleber Farias, OMI.
Distrito Nordeste: Pe. Edcarlos A. da Conceição, OMI.
Distrito Norte: Ir. Diemeson, OMI.

Pe. Kleber Farias, OMI

Aspirantado – Casa da Missão: é um período de adaptação à nova fase de discernimento que geralmente são de 09 à 10 meses, onde o vocacionado é convidado a viver sua missionariedade na Vida Pastoral, Vida Comunitária e Vida de Oração.

Além disso, frequentam aulas de Introdução à Filosofia, Redação, Música, acompanhamento psicológico e a espiritualidade Oblata e o acompanhamento assíduo do formador.

Formadores: Pe. Kleber Farias, OMI e Pe. Jaime Gibbons, OMI.

Pe. Kleber Farias, OMI

Postulantado – Pré-Noviciado: Essa etapa é voltada de forma mais precisa aos estudos acadêmicos, ou seja, os estudos filosóficos que serão elementos constitutivos para a formação de um presbítero missionário OMI, levando o jovem a uma adequada interpretação do ser humano e do mundo, ou seja, para a descoberta da dimensão transcendente da existência e o Discipulado.

O curso de Filosofia se dá em três anos, e é realizado na Faculdade Católica (PUC Campinas-SP). Nessa etapa os pilares mais trabalhados além, dos estudos Filosóficos são a Vida Comunitária, Vida Afetiva, a Atuação na Pastoral e a Espiritualidade Missionária OMI que é a opção pelos mais abandonados.

Formadores: Pe. Wesley S. Araújo, OMI e Ir. Geraldo Groenen, OMI.

Pe. Kleber Farias, OMI

Casa de Teologia – Pós-Noviciado: os estudos teológicos têm como ponto de partida ajudar a desenvolver uma consciência aprofundada dos mistérios da fé cristã, ajudando o futuro presbítero missionário a orientar sua vida e o seu agir no contexto eclesial e religioso. Isso se dá numa pluralidade, até porque, há diferentes formas de compreensão
e vivencia do Evangelho e de relação com Deus. Um tempo rico e de um verdadeiro abrir os olhos e perceber onde Deus grita entre seus mais prediletos.

Nesse tempo também é concedido o Rito de Admissão às Ordens sacras que são o Ministério de Leitor e o de Acólito. No fim dessa etapa o formando apresenta seu pedido de avançar com o pedido dos Votos Perpétuos, onde definitivamente ele se torna membro da Congregação OMI.

Formadores: Pe. Antônio P. Sobrinho, OMI e Pe. Sérgio de Santana, OMI.

Pe. Kleber Farias, OMI