Rua Padre Marchetti, 596 - Ipiranga, São Paulo - SP

(11) 2063-3955

provinciadobrasil@oblatos.com.br

Artigos › 05/12/2019

O Natal do Deus Conosco

web3-creche-christmas-jesus-tree-shutterstock

Mais uma vez somos chamados a nos preparar, com o Tempo do Advento, para celebrar o dia significativo na história da salvação, acolhendo em nosso coração o Menino Deus que vai nascer.

Jesus entra na história como uma frágil criança. É Deus que, esvaziando-se de Si mesmo, vem a nós e faz sua morada, assumindo nossa natureza humana em tudo, menos no pecado. Vem para trazer a luz, a paz e a salvação.

Essa festa deve muito ser celebrada, pois esse fato mudou o rumo da história da humanidade. O Verbo de Deus, a luz verdadeira, vem ao mundo para iluminar todos os homens (cf. Jo 1,9).

Papai Noel tornou-se o símbolo do Natal, e a festa do nascimento do Deus Menino, que nasceu numa simples manjedoura, pobre entre os pobres, na gruta de Belém, tornou-se um pretexto para um consumismo desenfreado.

Até mesmo entre nós católicos muitos sabem que celebraram o nascimento de Jesus, mas não se atêm à grandiosidade que envolve este fato.

Embora não se tenha certeza do dia exato do nascimento de Jesus, comemoramos o Natal no dia 25 de dezembro, como a grande festa do aniversário de Jesus. A festa do Natal é de fundamental importância para o cristianismo pois celebra-se a encarnação de Deus feito homem (Jo 1, 14). Jesus, o Emanuel, Deus Conosco que entra na história sendo com frágil criança. E Deus, esvaziando-se de si mesmo, vem a nós assumindo nossa condição humana em tudo, menos no pecado. Vem para trazer a luz, a paz, a salvação.

Este é o significado por excelência do Natal cristão, porém ao longo da história, devido a onda excessiva de consumismo, o sentido dessa festa foi se perdendo.

Por que celebrar o Natal?

A cada ano somos chamados por Deus a celebrar esse dia significativo na história da salvação, porque Natal é renovação.

No tempo do Natal as pessoas se tornam mais solidárias, nesta época de Natal existe um clima diferente. Porque a cada ano somos chamados a enxergar uma realidade: Natal é Natal porque Jesus nos dá esse presente. Parece obvio, mas o mundo se torna melhor nesse tempo porque os homens recebem uma graça de Deus. A vida recebe um enfeite e as pessoas ficam com coração mais mole. A cada ano Deus nos concede este momento de humanização. A ressurreição é o momento da eternização do humano e o Natal é a humanização do eterno. E, ao celebramos o eterno no humano, nos tornamos melhores.

No Natal temos a possibilidade de celebrar o que há de mais bonito: o rosto mais lindo da face humana, Deus em nós.

Por isso, deixe que a graça de Deus faça aflorar o sorriso mais largo, o olhar mais profundo, as palavras mais doces. Deixe aflorar o belo que há em você, o Deus materializado em você.

Viva em toda sua plenitude essa experiência do amor de um Deus que trouxe para nós o salvador.

Natal com Jesus é Natal!

Por Pe. Reginaldo Manzotti, via Aleteia

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.